segunda-feira, 4 de maio de 2009

Monstruosidade

Como devem saber, em 2007, Guillermo Vargas Habacuc, um suposto artista, colheu um cão abandonado de rua, atou-o a uma corda curtíssima na parede de uma galeria de arte e ali o deixou, a morrer lentamente de fome e sede.
Durante vários dias, tanto o autor de semelhante crueldade, como os visitantes da galeria de arte presenciaram impassíveis à agonia do pobre animal, até que finalmente este morreu...
A novidade é que a prestigiosa Bienal Centroamericana de Arte decidiu que o que o artista fez era arte, e deste modo tão incompreensível Guillermo Vargas Habacuc foi convidado a repetir a sua cruel acção na dita Bienal em 2009.
Facto que podemos tentar impedir, colaborando com a assinatura nesta petição:
http://www.petitiononline.com/13031953/petition.html

2 comentários:

Ana Maria disse...

Passeando pela net, também eu um dia destes, me deparei com esta crueldade doentia, incrível, juntei-me ao protesto, em matéria de protecção de animais, tenho uma cadela cá em casa e o meu marido tem 4 no trabalho dele, que por ali abandonaram.Boa sorte pra vocês e para os bichinhos.

raquel disse...

Não percebo porque que existem seres humanos capazes de cometer tais crimes contra os animais.
se não gostam dos bichos não sao obrigados mas não é preciso maltrata-los.
sempre cresci com animais e adoro e por vezes gosto mais de tar com um gato ou um cão do que estar com certas pessoas.
espero que esta mentalidade mude.